Soul Eater no Brasil pela JBC nesse mês.

Como vocês sabem (ou não), a JBC anunciou esse ano que o mangá Soul Eater chegaria às terras brasileiras pela editora. Há quase um mês aproximadamente, no dia 12 de junho, durante uma entrevista coletiva os gerentes Cassius Medauar, Leo Lopes e Edi Carlos deram alguns detalhes da edição brasileira deixando os fãs com grandes expectativas.

O mangá terá o mesmo tamanho de Negima (12 cm X 18 cm), porém o título será em formato tankobon com aproximadamente 208 páginas para alegria geral de toda nação. O mangá ainda terá impressão no verso da capa (assim como a Panini), terá páginas coloridas caso a edição japonesa também tenha (e isso se aplicará a todos os próximos lançamentos da editora), e o papel de impressão será o Brite 52g (Peguem a edição 19 de Fairy Tail, é aquele!). O preço será de R$ 10,90, algo que achei inesperado visto que os atuais mangás tankobon da editora estão valendo 1 real a mais.

Valerá a pena comprar? Pela qualidade gráfica creio que sim, não há o que reclamar pelas informações vistas acima. Então qual seria o empecilho sendo que o preço está aceitável? Tradução, claro! Confesso que ao ler o texto de apresentação do mangá no site da Henshin fiquei um pouco desencorajada para comprar. A Maka será uma artífice de foice, e o Shinigami-sama será chamado de Doutor Morte! Admito que sou muito chata com tradução, mas eu achei desnecessária essa linguagem formal ao traduzir a palavra “shokunin”, por que não usar uma linguagem cotidiana como artesão? E Doutor Morte para Shinigami? Shinigami traduzindo ao pé-da-letra é “deus da morte”, ok, não sou muito fã desse tipo de tradução ao pé-da-letra, sempre é válida uma adaptação, mas doutor morte? Por que não Lorde Shinigami ou algo do tipo? Doutor eu achei no mínimo estranho, porque mesmo que o chamemos de Shinigami-sensei e sensei pode ser traduzido como doutor, eu acho que até a palavra mestre ficaria melhor já que estamos falando da palavra “sensei”. Em Death Note, não traduziram a palavra e por que agora… Enfim, esses termos não me agradaram, mas isso não me impedirá de comprar o volume 01, vou comprar para analisar o mangá de modo geral e porque gosto de Soul Eater (AH VAH).

Vale ressaltar que gosto sim da tradução da JBC, para mim, são só alguns termos que fogem um pouco do padrão e ficam estranhos. No volume 17 de Fairy Tail, não gostei do termo “sibila do firmamento” usado para tradução de “Ten no Miko” referindo-se a personagem Wendy, eu optaria por “Sacerdotisa do Céu”, por exemplo. Mas com relação ao restante do volume eu não tive nada para reclamar nesse sentido, portanto acho precipitado não comprar ou interromper uma coleção de um título legal porque você não gostou de um termo que não foi traduzido DO JEITO QUE VOCÊ GOSTARIA, até porque o mangá não é feito para um fã e sim para um mol deles (LOL). Também não sou tradutora de uma editora de peso, e sim uma mera fã de animes e mangás e professora de Inglês que ainda tem muito o que aprender. Mas fica aqui minha crítica a esses termos ao mesmo tempo que minha expectativa para que a editora surpreenda a mim e aos fãs rebatendo essa crítica que fiz, fazendo Soul Eater ser digno de ter em nossas casas.

O lançamento oficial do primeiro volume dessa obra de Atsushi Ohkubo está marcado para o dia 30 de julho, porém como temos Anime Friends nesse mês dos dias 05 a 15 aqui em São Paulo, acredito que já estará disponível para compra lá. Vamos aguardar e nos preparar para termos nossas almas devoradas por esse maravilhoso shounen.

Anúncios

5 comentários sobre “Soul Eater no Brasil pela JBC nesse mês.

  1. Então, estou na dúvida se compro ou não, já que não quero acabar dropando como Fairy Tail por ter perdido o interesse no mangá!
    Acho que vou acabar colocando ele na lista de favoritos do Manga Reader 2 do iPad e mandar ver por lá mesmo.
    Na atual conjuntura financeira acho que mal vai dar pra juntar pra comprar Air Gear (mensal) e Bleach + Naruto (bimestrais)

  2. Soul eater é o shone mais original que existe hoje em ia,ele é realmente imprevisível tudo graças a square-enix que dá mais liberdade para s autores criaem histórias diferentes do usual.O carisma dos personagens e ahistória bem montada são muito atrentes mas não sei se eu pego ele ainda mais com esse curso,mas se a vontade falar mais alto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s