Harry Potter: O fim de uma era

15 de julho de 2011 é a data que marca a estreia do último filme de Harry Potter, fico um pouco triste já que cresci lendo e vendo essa magnífica obra de J.K. Rowling que vai deixar saudades para mim e muitos fãs! Hoje me perguntaram se eu era fanática por Harry Potter, acho que a resposta é não, pois sei e vejo pessoas que sabem mais coisas sobre todo esse universo do que eu, acho que sou uma mera fã se comparar com outros, enfim, cada um que me olhar pode tirar suas próprias conclusões e ver se sou fanática ou não, assim acredito. Hoje queria relembrar um pouco de alguns momentos meus com Harry Potter, agradecer algumas pessoas e também fazer meu comentário sobre o último filme dessa franquia maravilhosa *-*

Primeiro gostaria de agradecer à Tia Nê, se não fosse por ela eu nunca teria conhecido esse universo fantástico, foi ela quem comprou o livro “Harry Potter e a Pedra Filosofal” na Saraiva do Shopping Interlagos em 2000 e essa cena eu NUNCA vou esquecer! Muito obrigada, Tia Nê! E se não me engano Harry Potter foi o primeiro livro que li, antes é claro que já havia lido aqueles livros infantis com desenhos e tudo mais, posso até ter lido algum livro com 50 páginas mais ou menos, vendo por esse lado eu posso considerar oficialmente Harry Potter como meu primeiro livro, minha primeira aventura descobrindo o prazer da leitura. *-* Nada disso seria possível sem você, Tia Nê! Obrigada! Foi você também quem comprou “Harry Potter e a Câmara Secreta” e me dando de presente de Natal, foi meu padrinho Roger quem me deu um vale-presente de R$ 100 da Saraiva possibilitando que eu comprasse “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” e “Harry Potter e o Cálice de Fogo”, “Harry Potter e a Ordem da Fênix” infelizmente eu não lembro quem me deu (Shit!) e os dois últimos livros eu não tenho (por isso acho que não posso me considerar fanática por Harry Potter, se fosse eu teria), mas meu padrinho Roger emprestou para a minha prima Giselle e assim ela me passou “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”, já o último livro “Harry Potter e as Relíquias da Morte” foi meu melhor amigo José quem me emprestou. Obrigada a todos vocês que me fizeram desfrutar desse momento maravilhoso de ler essa série mágica (literalmente)!

Os livros são maravilhosos, mas quando se lê às vezes pode ser uma viagem solitária, você entra sozinho em um novo mundo para assim conhecê-lo e aproveitá-lo, por isso aqui também quero deixar meus agradecimentos a todos aqueles que me acompanharam vendo os filmes dessa franquia maravilhosa de Harry Potter. Minha companhia no filme” Harry Potter and the Philosopher’s Stone” foi minha maravilhosa mãe, não lembro direito o local, mas sei que foi no centro da cidade de São Paulo;  “Harry Potter and the Chamber of Secrets” vi no shopping SP Market na companhia de minhas primas Aline e Giselle, mas também não esqueço que quem nos levou lá foram meu padrinho Rogério e minha madrinha Simone que viram Senhor dos Anéis ao invés de Harry Potter (eles já tinham visto HP, mas mesmo assim nos levaram), gostaria de agradecê-los muito, pois sempre foi muito especial ver uma sessão com vocês! Em “Harry Potter and the Prisoner of Azkaban” tive a companhia do José e da Isabelle para ver esse filme no shopping Interlagos que na época não tinham salas muito boas e não sei como está hoje, mas isso não impediu de curtir o terceiro filme com direito a ter pesadelo com a forma lobisomem do Lupin naquela noite HAHAHAHAHA. No quarto e pior filme da franquia potteriana “Harry Potter and the Goblet of Fire” vi num sábado depois da estreia ao lado de Aline Haxkar e seu namorado Samuel (na época) e ao lado do José novamente; “Harry Potter and the Order of the Phoenix” vi ao lado de Marcus, Douglas e Aninha no shopping Santa Cruz novamente e dessa vez fui na estreia pela manhã cheia de neblina e gostaria muito de agradecê-los pela companhia, pois se não fosse por isso e a luta de Dumbledore X Voldemort no Ministério da Magia o dia teria sido trágico. Fui à estreia de “Harry Potter and the Half-Blood Prince” com Magali, Marcus e José, que na minha opinião é o filme mais divertido de toda franquia ao mesmo tempo que o filme menos fiel ao livro já que apelaram muito para a comédia e romance. Minha primeira pré-estreia em um cinema foi assistindo “Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 1” contando novamente com a presença do Marcus e José, foi algo fantástico, inesquecível e na minha opinião era o melhor filme da franquia, mas isso durou até ontem… Até eu ver “Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 2” novamente com José e Marcus! Agradeço a todos que me acompanharam ao cinema, sem vocês não teria tanta graça e tanta emoção ver essa maravilhosa franquia.

Chega de enrolar né? Vamos falar do filme que já está nas bilheterias de todo o mundo! Se você não viu o filme, NÃO LEIA O PRÓXIMO PARÁGRAFO, pois conterá spoilers! E daí que você leu o livro? No filme existem várias adaptações que vou comentar na sequência, e se você quiser manter as surpresas minha recomendação é que pare por aqui ^^

O filme começa lembrando aos fãs de como acabou a parte 1, ou seja, Voldemort violando o túmulo de Dumbledore e assim conquistando “The Elder Wand”, sim “A Varinha das Varinhas”, não vou falar do filme detalhadamente analisando cena por cena, falarei o que mais me emocionou ou é importante para o enredo.  O filme começa com total ação e ela dura do começo ao fim, é recheado de efeitos maravilhosos, cenas emocionantes, e pontuais cenas de comédia e romance!

Gostaria de falar primeiro dos pontos negativos do filme, pontos não agradaram alguns fãs, creio eu. Houveram algumas adaptações e falhas ao explicar alguns pontos da história, quando o trio principal estava invadindo Gringotes em direção ao cofre de Bellatrix Lestrange (VADIA! ODEIO VOCÊ ETERNAMENTE, BELLATRIX! FDP QUE MATOU O SIRIUS!) se você lembrar bem o que os leva até lá é um simples vagão e não aquele transporte maluco que fizeram, porém há uma explicação para isso: Com certeza utilizaram aquele tipo de veículo para ser uma atração em uma sessão 3D; uma adaptação que não gostei muito foi que alteraram o local da morte de Snape, não foi na Casa dos Gritos, foi num lugar perdido, que apareceu do nada nesse último filme, porém a cena não deixou de ser emocionante e de tirar lágrimas dos fãs; Neville tem uma queda pela Luna. WTF?; e pra concluir, algo que acho que poderiam abordar nos filmes que correspondem ao sétimo livro era a história de Dumbledore, se for analisar grosseiramente quem só viu os filmes ficará com a impressão “Dumbledore = Deus”, pois não mostra a face ruim do nosso querido e inesquecível diretor de Hogwarts, e como todos sabem ele é um ser como qualquer outro e erra também! Mas acho que a maior decepção foi não ter mostrado como Fred morreu, essa ficou faltando!

Apesar disso o filme teve várias partes positivas e é com essas que fico! A primeira coisa a comentar é sobre eu achar lindo e perfeito o beijo do Ron com a Hermione! AMÉM um beijo decente nessa franquia! Foi demais *-* E como disse anteriormente, o filme teve ação do início ao fim, os efeitos foram MA-RA-VI-LHO-SOS! Achei fantástico a parte em que vários bruxos erguiam uma enorme barreira por Hogwarts, os efeitos de magias saindo das varinhas foi perfeito, sem contar a morte e desintegração de personagens como Nagini, vadia Bellatrix e nosso querido loser Lord Voldemort; aliás ação é não faltou, e as melhores lutas na minha opinião foram Snape X Minerva, Molly X Bellatrix e claro que não podia faltar Harry X Voldemort nessa lista! Falando em Molly, eu e todos no cinema vibramos com a clássica frase da senhora Weasley “Not my daughter, you bitch”, como eu gritei nessa hora! HAHAHAHAHA Só deixando claro: amo Helena Bonham Carter, porém odeio Bellatrix Lestrange! E quem não falou junto com Voldemort uma clássica frase não é fã de Harry Potter! “The boy who lived come to die.”

Na parte da comédia o destaque sempre caí para a maravilhosa atuação de Rupert Grint interpretando o Weasley mais fofo que existe: Ron (Eu quero um Ron pra mim *-* HAHAHAHA) Achei muito fofa a parte em que ele saí correndo atrás de Malfoy e seus capangas depois de eles tentarem atingir Hermione com um feitiço, e gritando: “SHE IS MY GIRLFRIEND, STUPID!” *——* LINDO! PERFEITO! ♥ Mas não posso deixar de citar a maravilhosa professora de transfiguração Minerva McGonagall dizendo “I’ve always wanted to use that spell” HAHHAHAHAHAHA #eurimuito

Deixei para falar as partes emocionantes por último, quando perguntaram minha opinião sobre o filme eu sempre deixava bem claro que quando aparecesse o Snape era pra pegar um lencinho porque você VAI chorar! Pra mim Snape é um melhores personagens de toda essa série, franquia, enganando até o último instante e confundindo a cabeça de todos “Afinal, ele é mal ou não?” Snape foi um grande herói isso sim, e como disse o Harry “um dos caras mais corajosos que conheci”… Coragem? Tá de brincadeira né, Nany? Por que ele não estava na Grifinória, então? Os corajosos não vão pra lá? Na minha opinião, o amor dele pela Lilian naquela época que ambos eram estudantes de Hogwarts ainda tinha muito o que amadurecer para assim ele se tornar um verdadeiro cara corajoso, e mais tarde isso aconteceu! A cena de sua morte derramando lágrimas após ver os olhos de Harry foi chorante, acredito que tenha emocionado muitas pessoas, porém quando Harry mergulha na Penseira para ver as memórias daquele grande aluno da Sonserina foi a parte mais emocionante do filme ^^ Tiveram várias revelações misturadas com vários flashbacks (cenas do primeiro filme da franquia, por exemplo) e pouco a pouco sua história e seu amor por Lilian e até um certo apego por Harry chegou ao conhecimento do espectador, foi acenaquemaischorei lindo! Dumbledore e suas frases sempre maravilhosas também me comoveram bastante: “Do not pity the dead, Harry. Pity the living, and above all, those who live without love.”“Hogwarts will always be there to welcome you home.”“Of course it is happening inside your head, but why on Earth should that mean that it is not real?”

Bom, “Harry Potter and the Deathly Hallows – Part 2” é um filme para agradar todos, principalmente os mais fanáticos! Um filme excelente que vale muito a pena, parabéns ao diretor David Yates que fez um ótimo trabalho e acertou em dividir o sétimo livro em duas partes! Harry Potter acabou, mas sempre viverá em nossos corações! E pra mim a frase do filme é:

“You were named for two headmasters of Hogwarts. One of them was a Slytherin and he was probably the bravest man I ever knew.”

Excelente interpretação de Helena Bonham Carter

O trio que deixará saudades.

“Not my daughter, you bitch”

“I’ve always wanted to use that spell.”

“He was probably the bravest man I ever knew.”

Voldemort X Harry

Anúncios

Um comentário sobre “Harry Potter: O fim de uma era

  1. Bellatrix Lestrange é divaaaaaaaa. Ela é a única que consegue matar até sem varinha. Matou Doby com uma faca. Fora q matou Ninfadora Tonks (q não foi mostrado no livro) e o Sirius (q não fede nem cheira -q). enfim, ela é demaaais. xD PS: pena q morreu desintegrada e tachada d vadia lol (diferente do livro u.u)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s